Artigos

Imprimir

INOVAÇÃO SOCIAL, CONSTELAÇÃO SISTÊMICA E FAMILIAR: DISCUSSÕES SOBRE A PACIFICAÇÃO DOS CONFLITOS NO CAMPO DO DIREITO

Escrito por Super User. Posted in Uncategorised

PIDCC, Aracaju/Se, Ano IX, Volume 01 nº 02, p.146-164 Junho/2020 | www.pidcc.com.br

INOVAÇÃO SOCIAL, CONSTELAÇÃO SISTÊMICA E FAMILIAR: DISCUSSÕES SOBRE A PACIFICAÇÃO DOS CONFLITOS NO CAMPO DO DIREITO

SOCIAL INNOVATION, SYSTEMIC AND FAMILY CONSTELLATION: DISCUSSIONS ON THE PACIFICATION OF CONFLICTS IN THE FIELD OF LAW
INNOVACIÓN SOCIAL, CONSTELACIÓN SISTÉMICA Y FAMILIAR: DISCUSIONES SOBRE LA PACIFICACIÓN DE CONFLICTOS EN EL ÁMBITO DEL DERECHO
INNOVATION SOCIALE, CONSTELLATION SYSTÉMIQUE ET FAMILIALE: DISCUSSIONS SUR LA PACIFICATION DES CONFLITS DANS LE DOMAINE DU DROIT

VANÊSSA EMANUELA M. DE PAULA | LUANA CARLA M. CAMPOS AKINRULI | VASCO ARISTON DE C. AZEVEDO

RESUMO | ABSTRACT | ABSTRACTO| RESUMEN

A sociedade enfrenta conflitos em diversas áreas, sobremaneira no campo do Direito, e a inovação social apresenta possibilidades de solução desses enfrentamentos. Métodos e técnicas inovadoras são desenvolvidos na tentativa de solucionar os conflitos de forma pacífica, humanizada, célere, eficiente e menos onerosa para a sociedade em geral. Um método pacificador que vem se expandindo no Brasil e no mundo, especialmente no campo do Direito, é a Constelação Sistêmica e Familiar. O método, largamente utilizado no judiciário brasileiro, alcançou índices de até 100% de resolução e pacificação de conflitos familiares em que ambas as partes envolvidas se submeteram ao método. Estudos são promovidos pela Ordem dos Advogados do Brasil através de suas Comissões de Direito Sistêmico, com foco no desenvolvimento de habilidades dos profissionais para o atendimento humanizado. Este trabalho visa demonstrar a aplicabilidade do método, sua eficácia e utilização no campo do Direito, bem como analisar sua expansão no país. Para tanto, busca-se o debate teórico no campo da inovação social, usando-se especialmente a metodologia da observação participante. Conclui-se pela sua força, credibilidade, eficácia e aplicabilidade do método no judiciário, o que demanda ainda regulamentação legal para a segurança de seus usuários.

Palavras-Chave: Constelação Familiar. Inovação Social. Direito Sistêmico. Conflitos. Pacificação. 

Society faces conflicts in several areas, especially in the field of law, and social innovation offers possibilities for solving these conflicts. Innovative methods and techniques are developed in an attempt to resolve conflicts in a peaceful, humanized, fast, efficient and less costly way for society in general. A pacifying method that has been expanding in Brazil and worldwide, especially in the field of Law, is the Systemic and Family Constellation. The method, widely used in the Brazilian judiciary, reached rates of up to 100% of resolution and pacification of family conflicts in which both parties involved submitted to the method. Studies are promoted by the Brazilian Bar Association through its Systemic Law Commissions, with a focus on developing the skills of professionals for humanized care. This work aims to demonstrate the applicability of the method, its effectiveness and use in the field of Law, as well as to analyze its expansion in the country. For this purpose, the theoretical debate in the field of social innovation is sought, using especially the methodology of participant observation. It is concluded by its strength, credibility, effectiveness and applicability of the method in the judiciary, which still demands legal regulation for the safety of its users.

Keywords: Family Constellation. Social Innovation. Systemic Law. Conflicts. Pacification.

La sociedad enfrenta conflictos en varias áreas, especialmente en el campo del derecho, y la innovación social ofrece posibilidades para resolver estos conflictos. Se desarrollan métodos y técnicas innovadores en un intento de resolver conflictos de manera pacífica, humanizada, rápida, eficiente y menos costosa para la sociedad en general. Un método pacificador que se ha expandido en Brasil y en todo el mundo, especialmente en el campo del Derecho, es la Constelación Sistémica y Familiar. El método, ampliamente utilizado en el poder judicial brasileño, alcanzó tasas de hasta el 100% de resolución y pacificación de conflictos familiares en los que ambas partes involucradas se sometieron al método. Los estudios son promovidos por el Colegio de Abogados de Brasil a través de sus Comisiones de Derecho Sistémico, con un enfoque en el desarrollo de habilidades de profesionales para la atención humanizada. Este trabajo tiene como objetivo demostrar la aplicabilidad del método, su efectividad y uso en el campo del derecho, así como analizar su expansión en el país. Para ello, se busca el debate teórico en el campo de la innovación social, utilizando especialmente la metodología de observación participante. Se concluye por su solidez, credibilidad, efectividad y aplicabilidad del método en el poder judicial, que aún exige una regulación legal para la seguridad de sus usuarios.

Palabras clave: Constelación familiar. Innovación social. Ley sistémica. Conflictos Pacificación.

La société est confrontée à des conflits dans plusieurs domaines, notamment dans le domaine du droit, et l'innovation sociale offre des possibilités de résolution de ces conflits. Des méthodes et des techniques innovantes sont mises au point pour tenter de résoudre les conflits de manière pacifique, humanisée, rapide, efficace et moins coûteuse pour la société en général. Une méthode apaisante qui s'est développée au Brésil et dans le monde, en particulier dans le domaine du droit, est la constellation systémique et familiale. La méthode, largement utilisée dans le système judiciaire brésilien, a atteint des taux allant jusqu'à 100% de résolution et de pacification des conflits familiaux dans lesquels les deux parties impliquées se sont soumises à la méthode. Le barreau brésilien promeut les études par le biais de ses commissions de droit systémique, en mettant l'accent sur le développement des compétences des professionnels des soins humanisés. Ce travail vise à démontrer l'applicabilité de la méthode, son efficacité et son utilisation dans le domaine du droit, ainsi qu'à analyser son expansion dans le pays. A cet effet, le débat théorique dans le domaine de l'innovation sociale est recherché, en utilisant notamment la méthodologie de l'observation participante. Il est conclu par sa force, sa crédibilité, son efficacité et son applicabilité dans le système judiciaire, qui exige toujours une réglementation légale pour la sécurité de ses utilisateurs.

Mots-clés: Constellation familiale. Innovation sociale. Loi systémique. Conflits. Pacification.

REFERÊNCIAS

ABID, Gustavo; HOPPEN, Norberto; HAYASHI, Paulo Junior. Observação participante em estudos de administração da informação no Brasil. In: Revista de Administração de Empresas, vol. 53, nº 6, p.604-616, nov./dez. 2013. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902013000600008. Acessado em 9 de maio de 2020.

ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO (AASP). “Constelação Familiar” ajuda humanizar práticas de conciliação no Judiciário. In: JusBrasil, 2016. Disponível em https://aasp.jusbrasil.com.br/noticias/400819029/cnj-constelacao-familiar-ajuda-humanizar-praticas-de-conciliacao-no-judiciario. Acessado em 9 de maio de 2020.

BECKER, Howard. S; GEER, Blanche. Participant observation and interviewing: a comparison. In: MCCALL, J. George; SIMMONS, J. Laurie. (ed.) Issues in participant observation: a text and reader. Reading: Massachusetts Addison-Wesley, p.322-331, 1969.

BERNDT, Paulo Pimont.  Direito Sistêmico: tudo para começar uma transformação no olhar jurídico. Florianópolis/SC – Instituto Ipê Roxo, 2020.

BOOTH-COHEN, Dan. I Carry your Heart in my Heart: Family Constellations in Prison. Heidelberg: Auer-System-Verlag Carl, 2009. 

BRASIL. Câmara dos Deputados. PL n° 9.444, de 19 de dezembro de 2017. Dispõe sobre a inclusão da Constelação Sistêmica como um instrumento de mediação entre particulares, a fim de assistir à solução de controvérsias. Brasília, 2017. Disponível em https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2167164.  Acessado em 11 de maio de 2020.

BRASIL. Conselho Nacional de Justiça. Resolução n° 125, de 29 de novembro de 2010. Dispõe sobre a Política Judiciária Nacional de tratamento adequado dos conflitos de interesses no âmbito do Poder Judiciário e dá outras providências. Disponível em https://atos.cnj.jus.br/atos/detalhar/atos-normativos?documento=156. Acessado em 11 de maio de 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria GM/MS n° 971, de 3 de maio de 2006. Dispõe sobre a implantação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PNPIC). Brasília, 2006. Disponível em https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2006/prt0971_03_05_2006.html.  Acessado em 11 de maio de 2020.

BRASIL. Presidência da República. Lei Federal n° 13.105, de 16 de março de 2015. Dispõe sobre o novo Código de Processo Civil Brasileiro. Brasília, 2015. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13105.htm. Acessado em 11 de maio de 2020.

CANTÚ, S. Ortiz., ZAPATA, A. R. Pedrosa. ¿Qué es la gestión de la innovación y la tecnología (ginnt)? In: Journal of Technology Management & Innovation, vol. 01, nº 02, p.64-82, 2006.

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA. Campeão em conciliações, tribunal é destaque em premiação do CNJ. In: JusBrasil, 2015. Disponível em  https://cnj.jusbrasil.com.br/noticias/204362506/campeao-em-conciliacoes-tribunal-e-destaque-em-premiacao-do-cnj. Acessado em 11 de maio de 2020.

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA. “Constelação Familiar” ajuda humanizar práticas de conciliação no Judiciário. In: JusBrasil, 2016. Disponível em https://aasp.jusbrasil.com.br/noticias/400819029/cnj-constelacao-familiar-ajuda-humanizar-praticas-de-conciliacao-no-judiciario. Acessado em 16 de maio de 2020.

CARVALHO, Bianca Pizzatto. Constelações Familiares na Advocacia Sistêmica. Joinvile: Manuscritos Editora, 2018.

CHERULI, Jaqueline. Direito Sistêmico no Judiciário. In: Anima Mediação Sistêmica, 31/08/2017. Acessado em https://animamediacao.com.br/2017/07/13/direito-sistemico-no-judiciario-de-mato-grosso/. Acessado em 08 de maio de 2020.

FRANKE, Ursula. Quando fecho os olhos vejo você: as constelações familiares no atendimento individual e aconselhamento – um guia para a prática. Patos de Minas: Atman, 2006, p. 21.

FREEMAN, Christopher. Innovation and long cycles of economic development. In: Internacional Seminar on Innovation and Development at the Industrial Sector, Campinas, p.01-13, 1982. Disponível em http://www.globelicsacademy.org/pdf/JoseCassiolato_2.pdf. Acessado em 08 de maio de 2020.

GRAÇA, Marusa Helena da. Constelações familiares com bonecos e os elos de amor que vinculam aos ancestrais. 2ª ed. Curitiba: Juruá, 2015.

HELLINGER, Bert; HOVEL, Gabriele T. As Constelações Familiares: o reconhecimento das Ordens do Amor. São Paulo: Cultrix, 2001.

LAZZAROTTI, Fábio; DALFOVO, Michael Samir; HOFFMANN, Valmir Emil. O Quê, Como e Onde da Inovação: Análise da Produção Científica em Administração sob a Perspectiva da Abordagem de Schumpeter. In: XXVI Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica (ANPAD), Vitória, p.01-17. nov. 2010. Disponível em https://www.anpad.org.br%2Fadmin%2Fpdf%2Fsimposio149.pdf&usg=AOvVaw2-lPKulCvHjKlksnOmphri. Acessado em 08 de maio de 2020.

MONTEIRO, Alcides. O que é a Inovação Social? Maleabilidade Conceitual e Implicações Práticas. In: Dados, Rio de Janeiro, vol. 62, nº 03, p.01-34, 2019. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0011-52582019000300201&tlng=pt Acessado em 12 de maio de 2020.

ORGANIZAÇÃO PARA COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (OCDE). Manual de Oslo: diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. 3ª ed. Brasil: Ministério da Ciência e Tecnologia/FINEP, 2005.

PHILLS Jr., James A.; DEIGLMEIER, Kriss; MILLER, Dale T. Rediscovering social innovation”. In: Stanford Social Innovation Review, vol. 06, nº 04, p.34-43, 2018.

ROGERS, Everett. M. Diffusion of innovations. 5ª ed. New York: Free Press, 2003.

SCHLIECK, Eunice. A expansão das comissões de direito sistêmico no país. In: Movimento Sistêmico, s/d. Disponível em https://www.movimentosistemico.com/post/a-expans%C3%A3o-das-comiss%C3%B5es-de-direito-sist%C3%AAmico-no-pa%C3%ADs. Acessado em 12 de maio de 2020.

SCHNEIDER, Jacob Robert. A Prática das Constelações Familiares: bases e procedimentos. Belo Horizonte: Atman. 2007. 

SCHUMPETER, Joseph Alois. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e o ciclo econômico. São Paulo: Nova cultural, 1997. [1934]

VIEIRA, Adhara Campos. A Constelação Sistêmica no Judiciário. Belo Horizonte: Editora D’Plácido, 2019.

Texto inserido na PIDCC Volume 01 Nº 02 2020

Informações bibliográficas:
Conforme a NBR 6022 | 6023:2002 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e NBR 6023/2018, este texto científico publicado em periódico eletrônico deve ser citado da seguinte forma: Disponível em: http://pidcc.com.br/br/component/content/article/2-uncategorised/384-inovacao-social-constelacao-sistemica-e-familiar-discussoes-sobre-a-pacificacao-dos-conflitos-no-campo-do-direito

DOI: http://dx.doi.org/10.16928/2316-8080.V01N2p.146-164

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional. Acesso em:28/11/2021 | 14:46:21

Texto na Íntegra

Estatísticas 30+