Imprimir

COMENTÁRIO AO ACÓRDÃO SKECHERS PUBLICADO NO BOLETIM DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL NÚMERO 71 DE 15 DE JANEIRO DE 2014

Escrito por Super User. Posted in Arquivos

PIDCC, Aracaju, Ano VI, Volume 12 nº 02, p.069 a 091, Jun/2018 | www.pidcc.com.br

SALOMÃO ANTÓNIO MURESSAMA VIAGEM

RESUMO | ABSTRACT | ABSTRACTO| RESUMEN

O acórdão Skechers que será discutido aqui é particularmente importante para a jurisprudência e a doutrina da marca moçambicana porque foi o primeiro a abordar aspectos substantivos da lei da marca à luz do código de propriedade industrial em vigor no momento de sua elaboração. A fim de resolver o litígio de marca entre o requerente e o réu, este acórdão discutiu a forma como a lei da marca foi adquirida, distinguindo entre uma marca conhecida e uma marca de prestígio. No entanto, neste esforço, os fundamentos teóricos e jurídicos apresentados pelas partes para justificar os seus interesses e até mesmo a análise judicial dos conceitos incontroversos para apreciação do caso, não foram sem imprecisão, principalmente na distinção entre marcas bem conhecidas e marcas prestigiosas. Por essa razão, surgiu a ideia de examinar o referido acórdão, comentando-o (principalmente na distinção entre marcas bem conhecidas e marcas prestigiadas), a fim de contribuir modestamente para a melhoria do estudo das marcas no nosso país e para melhorar a atividade jurisprudenciais neste campo.

Palavras-Chave: Comentário. Julgamento. Skeshers.

The Skechers judgment that will be discussed here is particularly important for the jurisprudence and the doctrine of the Mozambican brand because it was the first to address substantive aspects of the brand law in the light of the Industrial Property Code in force at the time of its Preparation. In order to resolve the trademark dispute between the plaintiff and the defendant, this judgment discussed how the brand's law was acquired, distinguishing between a known brand and a prestigious brand. However, in this effort, the theoretical and legal foundations presented by the parties to justify their interests and even the judicial analysis of the uncontroversial concepts to assess the case, were not without inaccuracy, mainly in the Distinction between well-known brands and prestigious brands. For this reason, the idea of examining the said judgment has arisen, commenting on it (mainly in the distinction between well-known brands and prestigious brands), in order to contribute modestly to improving the study of brands in our country and to improving jurisprudential activity in this field.

Keywords: Comment. Judgment. Skeshers.

La sentencia Skechers que se debatirá aquí es particularmente importante para la jurisprudencia y la doctrina de la marca de Mozambique, porque fue la primera en abordar aspectos sustantivos de la ley de marca a la luz del código de propiedad industrial vigente en el tiempo de su preparación. Con el fin de resolver la disputa de marcas entre el demandante y el demandado, esta sentencia discutió cómo se adquirió la ley de la marca, distinguiendo entre una marca conocida y una marca prestigiosa. Sin embargo, en este esfuerzo, los fundamentos teóricos y jurídicos presentados por las partes para justificar sus intereses e incluso el análisis judicial de los conceptos no controvertidos para evaluar el caso, no fueron sin inexactitud, principalmente en la distinción entre marcas conocidas y prestigiosas marcas. Por este motivo, se ha planteado la idea de examinar dicha sentencia, comentando sobre ella (principalmente en la distinción entre marcas conocidas y prestigiosas marcas), con el fin de contribuir modestamente a mejorar el estudio de las marcas en nuestro país y a mejorar actividad jurisprudencial en este campo.

Palabras clave: Comentario. Juicio. Skeshers.

L'arrêt Skechers à débattre ici est particulièrement important pour la jurisprudence et la doctrine de la marque du Mozambique, parce qu'il a été le premier à aborder les aspects substantiels du droit des marques à la lumière du code de la propriété industrielle en vigueur au fil du temps de leur préparation. Afin de résoudre le différend entre le demandeur et le défendeur, ce jugement a examiné la façon dont le droit des marques a été acquis, distinguant entre une marque connue et une marque prestigieuse. Toutefois, dans cet effort, les bases théoriques et juridiques présentées par les parties pour justifier leurs intérêts et même l'analyse judiciaire des concepts non controversés pour évaluer le cas, n'étaient pas sans inexactitude, principalement dans le Distinction entre marques réputées et marques prestigieuses. Pour cette raison, nous avons soulevé l'idée d'examiner la phrase, en commentant (principalement dans la distinction entre les marques bien connues et les marques prestigieuses), afin de contribuer modestement à améliorer l'étude des marques dans notre pays et à améliorer l'activité jurisprudentielle dans ce domaine.

Mots-clés: Commentaire. Procès. Skeshers.

Sobre o texto:
Texto inserido na PIDCC Volume 12 Nº 02 2018

Informações bibliográficas:
Conforme a NBR 6022 | 6023:2002 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), este texto científico publicado em periódico eletrônico deve ser citado da seguinte forma: Disponível em: http://pidcc.com.br/br/component/content/article/2-uncategorised/306-comentario-ao-acordao-skechers-publicado-no-boletim-da-propriedade-industrial-numero-71-de-15-de-janeiro-de-2014

DOI:

Acesso em:10/12/2018 | 9:09:45


Texto na ìntegra

Texto na Íntegra em Inglês

Imprimir

A COR AZUL NOS SIGNOS DO FILME AVATAR

Escrito por Super User. Posted in Arquivos

PIDCC, Aracaju, Ano VI, Volume 12 nº 02, p.018 a 037, Jun/2018 | www.pidcc.com.br

GENILMA DANTAS ANDRADE | MARIA LEÔNIA GARCIA COSTA CARVALHO | CARLA EUGENIA CALDAS BARROS

RESUMO | ABSTRACT | ABSTRACTO| RESUMEN

Este artigo reúne duas abordagens: uma semiótica, na análise da cor azul no filme Avatar, e outra jurídica, no exame das marcas dos objetos simbólicos, com base no Art. 122 da Lei 9.279/96, que define o que é a marca registrável pela lei brasileira. Esta pesquisa tem o objetivo de verificar os efeitos da cor azul dessas marcas e como elas podem possibilitar as mais variadas interpretações do público-alvo. A escolha do gênero filme resulta do fato de tratar-se de um gênero mais acessível ao espectador, uma vez que Avatar expressa um salto substancial na aplicação do recurso no formato 3D. Partimos da concepção que considera a marca e suas expressões como mediadoras de elementos de diferentes naturezas, não somente de um produto ou serviço, mas também da cultura, da visão de dirigentes, de uma relação de valor com seu público. Os procedimentos metodológicos utilizados foram a revisão bibliográfica, a análise de elementos simbólicos e de marcas presentes no filme selecionado, que constituíram os corpora do trabalho.

Palavras-Chave: Direitos do autor. Música. Tecnologia.

This article brings together two approaches: a semiotic, in the analysis of the blue color in the film Avatar, and another legal, in the examination of the marks of the symbolic objects, based on Art. 122 of the Law 9.279/96, which defines what is the trademark registrable by Brazilian law. This research aims to check the effects of the blue color of these marks and how they can enable the most varied interpretations of the target audience. The choice of the film genre results from the fact that it is a genre more accessible to the spectator, since Avatar expresses a substantial leap in the application of the feature in 3d format. We start from the conception that considers the brand and its expressions as mediators of elements of different natures, not only of a product or service, but also of the culture, of the vision of leaders, of a value relationship with its public. The methodological procedures used were the bibliographical revision, the analysis of symbolic elements and of the marks present in the selected film, which constituted the corporate of the work.

Keywords: Avatar. Language. Semiotics. Brands. Law 9.279/96.

Cet article réunit deux approches: une sémiotique, dans l'analyse de la couleur bleue dans le film avatar, et une autre juridique, dans l'examen des marques des objets symboliques, basé sur l'art. 122 de la Loi 9.279/96, qui définit ce qui est la marque enregistrable par la loi brésilienne. Cette recherche vise à vérifier les effets de la couleur bleue de ces marques et comment ils peuvent permettre les interprétations les plus variées du public cible. Le choix du genre de film résulte du fait que c'est un genre plus accessible au spectateur, puisque l'avatar exprime un bond substantiel dans l'application de la fonctionnalité en format 3D. Nous partons de la conception qui considère la marque et ses expressions comme médiateurs d'éléments de natures différentes, non seulement d'un produit ou d'un service, mais aussi de la culture, de la vision des dirigeants, d'une relation de valeur avec son public. Les procédures méthodologiques utilisées étaient la révision bibliographique, l'analyse des éléments symboliques et des marques présentes dans le film sélectionné, qui constituait la société de l'œuvre.

Mots-clés: Avatar. Langue. Sémiotique. Marques. Loi 9.279/96.

Sobre o texto:
Texto inserido na PIDCC Volume 12 Nº 02 2018

Informações bibliográficas:
Conforme a NBR 6022 | 6023:2002 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), este texto científico publicado em periódico eletrônico deve ser citado da seguinte forma: Disponível em: http://pidcc.com.br/br/component/content/article/2-uncategorised/305-a-cor-azul-nos-signos-do-filme-avatar

DOI:

Acesso em:10/12/2018 | 9:09:45


Texto na ìntegra

Texto na Íntegra em Inglês

Imprimir

ABORDAGEM CRÍTICA SOBRE O ACORDO TRIPS E O ACESSO A MEDICAMENTOS

Escrito por Super User. Posted in Arquivos

PIDCC, Aracaju, Ano VI, Volume 12 nº 01, p.091 a 110 Fev/2018 | www.pidcc.com.br

RAFAELLA DIAS GONÇALVES

RESUMO | ABSTRACT | RESUMEN

O setor de medicamentos sofreu e vem sofrendo uma remodelação diante de novos desafios industriais em todo o mundo e especialmente após a introdução do Acordo TRIPS na OMC. O objetivo deste artigo é o breve enfoque sobre o acordo TRIPS e o acesso a medicamentos, com abordagem na análise crítica - sobre como os direitos de propriedade intelectual podem aumentar o custo dos medicamentos, através das medidas TRIPs / ADPIC + (mais), no direito interno e - nas vantagens dos países desenvolvidos no bilateralismo pós-TRIPs.

Palavras-Chave: Medicamentos. Acordo ADPIC. Propriedade intelectual

The drug industry has suffered and is being reshaped in the face of new industrial challenges around the world and especially after the introduction of the TRIPs agreement in the WTO. The purpose of this article is to provide a brief overview of the TRIPS agreement and access to medicines, focusing on the critical analysis of how intellectual property rights can increase the cost of medicines through Trips / TRIPS + measures, in domestic law and - the advantages of developed countries in post-TRIPS bilateralism.

Keywords: Medications. I agree to TRIP. Intellectual Property

El sector de medicamentos ha sufrido y sofre una remodelación ante los nuevos desafíos industriales en todo el mundo y sobre todo tras la introducción del acuerdo ADPIC en la OMC. El objetivo de este artículo es el breve enfoque sobre el acuerdo ADPIC y el acceso a medicamentos, con enfoque en el análisis crítico - de cómo los derechos de propiedad intelectual pueden aumentar el costo de los medicamentos, a través de medidas Trips / ADPIC + (más), en el derecho doméstico y - en las ventajas de los países desarrollados en el bilateralismo post-ADPIC.

Palabras clave: Medicamentos. Acuedo ADPIC. Propiedad Intelectual.

Sobre o texto:
Texto inserido na PIDCC Volume 12 Nº 01 2018

Informações bibliográficas:
Conforme a NBR 6022 | 6023:2002 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), este texto científico publicado em periódico eletrônico deve ser citado da seguinte forma: Disponível em: http://pidcc.com.br/br/component/content/article/2-uncategorised/297-abordagem-critica-sobre-o-acordo-trips-e-o-acesso-a-medicamentos

DOI:

Acesso em:10/12/2018 | 9:09:45


Texto na ìntegra

Texto na Íntegra em Inglês

Imprimir

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DAS ATIVIDADES DE TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA NA UNIVERSIDADE BRASILEIRA: ESTUDO DE CASO DA UNVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG)

Escrito por Super User. Posted in Arquivos

PIDCC, Aracaju, Ano VI, Volume 12 nº 01, p.111 a 13 Fev/2018 | www.pidcc.com.br

PROF. VASCO AZEVEDO, SAMUEL AYÒBÁMI AKÍNRÚLÍ

RESUMO | ABSTRACT | RESUMEN

Na maioria dos países emergentes do mundo, como é o caso do Brasil, as universidades produzem todos os anos uma quantidade significativa de invenções inovadoras e, para muitos estudos, elas podem constituir as melhores fontes de propriedade intelectual para as indústrias que, consequentemente, gerariam crescimento e desenvolvimento econômico. No entanto, para entender esse processo, torna-se necessário o questionamento sobre a colaboração entre a universidade-indústria, a transferência de tecnologia e o desempenho do escritório de transferência de tecnologia. Assim, analisando os dados disponíveis de uma das principais universidades brasileiras, o desempenho do escritório de transferência de tecnologia e inovação (TTO) é verificado usando um indicador métrico de desempenho geral específico para diagnosticar e fornecer uma visão abrangente do TTO da Universidade Federal de Minas Gerais especificamente em relação às patentes de medicamentos, bem como sua tendência em inovação tecnológica como meio de se indicar os fatores para um TTO bem-sucedido.

Palavras-chave: Propriedade intelectual; patente; desempenho; transferência de tecnologia; inovação na universidade.
 
In most emerging countries of the world as Brazil, Universities produce a significant amount of groundbreaking inventions every year and, to many studies, they may constitute the best sources of intellectual property to the industries which would consequently generate economic growth and development. However, to understand this process, a need to inquire into the university-Industry Collaboration, technology transfer and the technology transfer office performance, becomes necessary. Thus, analyzing the available data of one of the leading Brazilian universities, the performance of the innovation and technology transfer office (TTO) is verified using specific overall performance metric indicator in order to diagnose and provide a comprehensive overview of the Universidade Federal de Minas Gerais' TTO on drug patents, its trend in technology innovation as means to indicating the factors for a successful TTO.

Keywords: Intellectual property; patent; performance; technology transfer; university innovation.

En la mayoría de los países emergentes del mundo como Brasil, las universidades producen una cantidad importante de innovaciones cada año y, para muchos estudios, pueden constituir las mejores fuentes de propiedad intelectual para las industrias que en consecuencia generarían crecimiento económico y desarrollo. Sin embargo, para comprender este proceso, es necesario consultar la colaboración entre la universidad y la industria, la transferencia de tecnología y el rendimiento de la oficina de transferencia de tecnología. Por lo tanto, al analizar los datos disponibles de una de las principales universidades brasileñas, se verifica el desempeño de la oficina de innovación y transferencia de tecnología (TTO) utilizando un indicador de métrica de desempeño general específico para diagnosticar y brindar una visión integral de la Universidade Federal de Minas Gerais 'TTO en patentes de medicamentos, su tendencia en innovación tecnológica como medio para indicar los factores para una TTO exitosa.


Palabras llave: Propiedad Intelectual; Patentar; Actuación; Transferencia Tecnológica; Innovación Universitaria.

Sobre o texto:
Texto inserido na PIDCC Volume 12 Nº 01 2018

Informações bibliográficas:
Conforme a NBR 6022 | 6023:2002 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), este texto científico publicado em periódico eletrônico deve ser citado da seguinte forma: Disponível em: http://pidcc.com.br/br/component/content/article/2-uncategorised/300-avaliacao-de-desempenho-das-atividades-de-transferencia-de-tecnologia-na-universidade-brasileira-estudo-de-caso-da-unversidade-federal-de-minas-gerais-ufmg

DOI:

Acesso em:10/12/2018 | 9:09:45


Texto na ìntegra

Texto na Íntegra em Inglês

Imprimir

Código de Conduta Editorial

Escrito por Super User. Posted in Arquivos

Código de Conduta Editorial da PIDCC 

Política de Ética em Publicações e Declaração de Procedimentos Impróprios em Publicações 

Este Periódico de Open Acess na área interdisciplinar de Propriedade Intelectual (Revista) tem o compromisso com a ética e qualidade de suas publicações.  Padrões de comportamento ético são almejados por todas as partes – atores- envolvidas na publicação em nossa revista como o autor, o editor da revista, o dos revisores, avaliadores ad hoc, membros do conselho científico e editorial. Entre práticas não aceitáveis pela revista é a do Plágio e auto plágio, mudanças somente de títulos em artigos anteriormente publicados, Declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas e outras práticas não desejáveis. 

 Deveres dos Editores: 

 • Decisão de publicação: O editor da revista é responsável por decidir quais dos artigos submetidos à revista devem ser publicados, após a decisão dos avaliadores que são escolhidos pelo método double blind review. O editor é guiado pelas políticas do conselho editorial da revista e em estrita observância aos requisitos legais em matéria de difamação, violação de direitos autorais e plágio. O editor pode consultar o conselho editorial ou colaboradores na tomada de decisões. O Conselho Editorial é constituído por representantes acadêmicos de diferentes instituições de ensino e pesquisa e diversas regiões do país e do exterior. Cabe também a cada membro do conselho editorial a função de ouvidor da comunidade científica atuante na área, garantindo a credibilidade acadêmica e a postura que se espera de uma revista científica. 

• Regras Justas: O editor deve avaliar manuscritos no tocante ao seu conteúdo intelectual, sem distinção de raça, sexo, orientação sexual, crença religiosa, origem étnica, nacionalidade, ou a filosofia política dos autores e sem conflito de interesses. 

• Confidencialidade: O editor e qualquer equipe editorial não devem divulgar quaisquer informações sobre um manuscrito submetido a qualquer outra pessoa, com exceção do próprio autor, revisores, potenciais colaboradores, outros conselheiros editoriais, e do editor, conforme o caso. 

• Divulgação e Conflitos de interesse: O editor não deve usar informações que não tenham sido publicadas em sua própria investigação sem o consentimento expresso e por escrito do autor. O editor deve se abster de avaliar manuscritos nos quais tenha algum conflito de interesse resultante de relacionamentos competitivos ou colaborativos ou qualquer outro tipo de relacionamento ou conexões com qualquer um dos autores, empresas ou (possivelmente) instituições que estejam ligadas / conectadas aos artigos. O editor não caberá avaliar artigo de sua autoria, mesmo em co- autoria. O editor da revista poderá publicar artigos de sua lavra na presente revista, sem que passe por avaliação às cegas por seus pares, contanto que  o mesmo artigo já tenha sido anteriormente publicado seja por meio impresso e ou digital, mas que já tenha passado por qualquer sistema de avaliação. 

• Participação e cooperação nas investigações: O editor deve tomar medidas de resposta razoáveis quando reclamações éticas foram apresentadas em relação a um manuscrito submetido ou artigo publicado. 

• Erros fundamentais em obras publicadas: Quando um autor descobre um erro significativo ou imprecisão na sua própria obra publicada, é obrigação do autor notificar imediatamente o editor da revista ou editora e cooperar com o editor para retratar ou corrigir o artigo. Através do email da revista. O editor deverá retirar qualquer artigo de publicação da revista, caso o autor assim o deseje e se manifeste, pelo email da revista – O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., no prazo de até 10 dias.  

. O editor poderá aceitar publicação de artigo não inédito contanto que no bojo do mesmo venha indicando a fonte de  sua primeira publicação e a devida autorização do Publisher anterior, sobre tudo quando o artigo tenha sido publicado por meio impresso e comercial; 

Deveres dos Revisores: 

 • Contribuição para a decisão Editorial: A revisão por pares às cegas ajuda o editor na tomada de decisões editoriais e através das comunicações editoriais com o autor pode também auxiliar o mesmo no aperfeiçoamento do artigo. 

• Pontualidade: Qualquer árbitro selecionado que não se sente qualificado para avaliar a pesquisa relatada em um manuscrito ou sabe que a sua imediata revisão será impossível deve notificar o editor e desculpar-se do processo de revisão no prazo de até 15 ( quinze) dias.  

• Padrões de objetividade: Comentários devem ser conduzidos de forma objetiva e os avaliadores devem expressar suas opiniões claramente com argumentos de apoio de acordo com os formulários de avaliação que os mesmos recebem quando do envio às cegas do artigo para avaliar. Quando do envio da decisão editorial e caso o autor queira ter acesso ao formulário de avaliação, este será encaminhando, no entanto sem a identificação do avaliador, por questão de sigilo e ética.

 

Formulário de avaliação de trabalhos/artigos da PIDCC

 

Avaliador:

 

Título do trabalho avaliado:

 

 

 

1-       O título é expressivo do conteúdo do artigo? O resumo/abstract/resumen sintetiza adequadamente o texto? As palavras chaves utilizadas são precisas? O título e o resumo foram traduzidos para o inglês e espanhol de modo satisfatório? *

 

 Sim – concordo totalmente ( )

 

 Concordo parcialmente ( )

 

 Discordo parcialmente ( )

 

Discordo Totalmente  ( )

 

Justificar

 

2-       É possível identificar a tese central do artigo na Introdução bem como objetivos gerais , objetivos específicos, metodologia, referencias? *

 

 Sim – concordo totalmente ( )

 

 Concordo parcialmente ( )

 

 Discordo parcialmente ( )

 

Discordo Totalmente  ( )

 

Justificar

 

3-       Há clareza e pertinência do argumento central? O desenvolvimento do argumento central é lógico, coerente e bem estruturado? Os argumentos e conclusões do artigo estão bem justificados? O artigo está organizado com início, meio e conclusão facilmente identificáveis? *

 

 Sim – concordo totalmente ( )

 

 Concordo parcialmente ( )

 

 Discordo parcialmente ( )

 

Discordo Totalmente  ( )

 

Justificar

 

4-       O artigo poderia ser reduzido sem perda de clareza? Há parágrafos que poderiam ser suprimidos? *

 

Sim – concordo totalmente ( )

 

 Concordo parcialmente ( )

 

 Discordo parcialmente ( )

 

Discordo Totalmente  ( )

 

Justificar

 

 

 

5-       O artigo apresenta incorreções de ortografia, pontuação e gramática e /ou frases mal estruturadas, linguagem adequada a artigo acadêmico de pós graduação? *

 

 Sim – concordo totalmente ( )

 

 Concordo parcialmente ( )

 

 Discordo parcialmente ( )

 

Discordo Totalmente  ( )

 

Justificar

 

6-       O autor utilizou o(s) método(s) apropriado(s) aos objetivos do trabalho? *

 

Sim – concordo totalmente ( )

 

 Concordo parcialmente ( )

 

 Discordo parcialmente ( )

 

Discordo Totalmente  ( )

 

Justificar

 

7-       O artigo é preciso e utiliza a base teórica que adota com propriedade? As articulações teóricas são feitas de forma clara e consistente? *

 

Sim – concordo totalmente ( )

 

 Concordo parcialmente ( )

 

 Discordo parcialmente ( )

 

Discordo Totalmente  ( )

 

Justificar

 

8-       A bibliografia utilizada mostra que o autor está familiarizado com as pesquisas relevantes sobre o assunto, com o estado da arte do tema? O artigo discute com propriedade a bibliografia mencionada? *

 

 Sim – concordo totalmente ( )

 

 Concordo parcialmente ( )

 

 Discordo parcialmente ( )

 

Discordo Totalmente  ( )

 

Justificar

 

 

 

9-       O artigo tem relevância teórica? O texto conseguiria corresponder às expectativas de um leitor exigente e em busca de artigos de qualidade para sua atualização acadêmica? O artigo é inovador em sua área de estudo? Explicita pautas de pesquisa passíveis de desenvolvimento? *

 

Sim – concordo totalmente ( )

 

 Concordo parcialmente ( )

 

 Discordo parcialmente ( )

 

Discordo Totalmente  ( )

 

Justificar

 

10-   O artigo contém afirmações falsas ou incorretas sobre fatos, provas, evidências, fontes ou outras informações relevantes? *

 

 Sim – concordo totalmente ( )

 

 Concordo parcialmente ( )

 

 Discordo parcialmente ( )

 

Discordo Totalmente  ( )

 

Justificar

 

11-   A temática do artigo é recorrente em publicações?

 

Sim – concordo totalmente ( )

 

 Concordo parcialmente ( )

 

 Discordo parcialmente ( )

 

Discordo Totalmente  ( )

 

Justificar

 

Sugestões relacionadas ao título 

 

Sugestões para modificação do resumo/abstract/resumen e palavras-chaves/keyword/palabra clave. 

 

Sugestões relativas ao corpo do artigo (organização, ideias e linguagem). 

 

Citações bibliográficas incorretas. 

 

Sugestões bibliográficas. 

 

Recomendação final: *

 

 O artigo deve ser rejeitado.

 

 O artigo deve ser publicado se incorporar as modificações sugeridas.

 

 O artigo deve ser publicado sem alterações

 

 

 

Aracaju,   de   2018

 

 

 

                     Avaliador

 

 

 

• Reconhecimento da Fonte: Pares avaliadores devem identificar obras publicadas relevantes que não tenham sido citadas pelos autores. O revisor também deve chamar a atenção do editor sobre qualquer semelhança substancial ou sobreposição entre o manuscrito em questão e qualquer outro documento publicado de que tenham conhecimento pessoal.

 

. Autor de vários artigos publicados na revista, que possa não estar no conselho científico e ou editorial, também poderá ser convidado a dar parecer sobre artigo submetido á publicação na revista.  

 

Deveres dos Autores: 

 

• Padrões de Relato: Autores de relatórios de pesquisas originais deverão apresentar um relato preciso do trabalho realizado, bem como uma análise objetiva de seu significado. Dados subjacentes devem ser apresentados com precisão no artigo. Um documento deve conter detalhes e referências suficientes para permitir que outros possam replicar o trabalho. Declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas constituem um comportamento antiético e são inaceitáveis. 

 

• Originalidade e Plágio: Os autores devem garantir que suas obras sejam totalmente originais, e se os autores usaram o trabalho e / ou palavras de outros autores estas devem ter sido devidamente citadas ou cotadas. Plágio em todas as suas formas constitui um comportamento antiético de publicação e é inaceitável. 

 

• Publicações múltiplas, redundantes ou concorrentes: Um autor não deve, em geral, publicar manuscritos que descrevem essencialmente a mesma pesquisa em mais de uma revista ou publicação primária. Submeter o mesmo manuscrito a mais de uma revista simultaneamente e / ou publicar o mesmo artigo em diferentes revistas constituem um comportamento antiético de publicação e é inaceitável. 

 

• Reconhecimento de Fontes: Reconhecimento adequado do trabalho dos outros deve ser feito sempre. Os autores devem citar as publicações que têm sido influente na determinação da natureza do trabalho relatado. As informações obtidas em caráter privado, como na conversa, correspondência, ou discussão com terceiros, não devem ser utilizados ou relatados sem permissão explícita e por escrito da fonte. As informações obtidas no curso de serviços confidenciais, como manuscritos de arbitragem ou pedidos de subvenção, não devem ser utilizados sem a autorização explícita e por escrito do autor do trabalho envolvido nesses serviços. 

 

• Autoria do Artigo: A autoria deve ser limitada a aqueles que fizeram uma contribuição significativa para a concepção, projeto, execução ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como coautores. Outros que tenham participado em certos aspectos substantivos do projeto de pesquisa também devem ser reconhecidos ou listados como contribuidores. O autor deve se assegurar que todos os coautores adequados e nenhum inadequado sejam incluídos no artigo, e que todos os coautores viram e aprovaram a versão final do documento e concordaram em sua apresentação para publicação. 

 

• Divulgação e Conflitos de Interesses: Todos os autores devem divulgar em seus manuscritos qualquer conflito de interesse financeiro ou substantivo / material que poderiam levar a influenciar os resultados ou a interpretações em seus manuscritos.. Todas as fontes de apoio financeiro para o projeto devem ser divulgadas. 

 

Deveres do Publisher 

 

A obtenção de verbas de publicidade, reimpressão ou outra receita comercial não gerará qualquer impacto ou influência sobre as decisões editoriais do editor pois  um dos objetivos científicos da revista é a ampla divulgação do conhecimento.

 

Como a revista utiliza o sistema do Doi – CrossCheck - (software da CrossRef para identificação de plágio) a prática não aceitável do plágio não é aceita.

 

O editor divulga os artigos da revista em mídias sociais, em vários grupos destas mídias. O editor mantém página específica da revista no facebook, com o objetivo da maior divulgação do conhecimento produzido nos artigos publicados. O editor faz monitoramento de artigos especializados em propriedade Intelectual publicados em várias revistas nacionais e ou estrangeiras.

 

ARQUIVAMENTO

 

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração.  

 

Como conduta social a revista PIDCC mantém contrato com a HAND TALK que com que a revista seja acessada por usuários que utilizam o sistema de LIBRAS.

 

AUTHOR FEES

 

Article Submission FREE: 0.00 (USD)Fast-Track Review FREE: 0.00 (USD) e Article Publication: 0.00 (USD) 

 

* Esta Política de Ética é baseada em recomendações da Elsevier e do COPE Diretrizes de Melhores Práticas para Editores de Revistas.

 

* This statement is based on Elsevier recommendations and COPE's Best Practice Guidelines for Journal Editors

 

Fonte Original das regras: http://portaltutor.com/index.php/conpedireview/pages/view/ethicspolicy